A Catequese da Paróquia de Casa Forte, comunica que estão abertas as inscrições para a Primeira Eucaristia. 

Podem ser feitas presencialmente na Secretaria da Paróquia de segunda a sexta das 08h00 às 17h e aos sábados das 08h às 12h e das 14 às 17h, ou por meio do seguinte endereço eletrônico:https://docs.google.com/forms/u/3/d/1YDUEbuXsYopWt1-LslWsje3zTrgYUsZbTRd6l731VOE/edit?chromeless=1

- início dos encontros: 05 de março 2022, às 15h

Requisitos:

- a partir de 8 anos;

- 2 anos de preparação (a frequência aos encontros é a principal condição para concluir a preparação)

- Foto.

Xerox:

- RG e CPF ou Certidão de Nascimento.

- Comprovante do Batismo (se for batizado).

- Comprovante de Residência.

(Serão seguidos os protocolos sanitários)

Quaisquer dúvidas entrar em contato pelo email: catequesecasaforte2512@gmail.com




“A quebra da aliança”

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo! Para sempre seja louvado!

Sinal da Cruz

Canto ao Divino Espírito Santo – Vem, vem, vem, Espírito Santo...

A vela acesa é sinal da luz da nossa fé que ilumina nossos passos
Oração inicial: Pai querido, por amor tu nos criastes livres. Podemos escolher o bem e o mal, podemos decidir se queremos caminhar na tua estrada ou desviar-nos dela. Ajuda-nos a ver tudo que quebra a nossa aliança e nos mostra o caminho da volta à amizade contido. Amém!
Sabemos que o jardim de Deus era um lugar muito bom, era o paraíso. Ele foi preparado para que o ser humano pudesse viver nele, em harmonia com o Deus Criador. No paraíso havia muitos tipos de frutas dos quais o ser humano poderia se servir. Mas os frutos da árvore do centro do jardim não podiam ser comidos, por ordem de Deus. Certo dia, apareceu uma serpente. Ela era enganadora. Ela enganou Adão e Eva. A serpente simbolizava o mal, o diabo, tudo o que nos provoca a não fazer a vontade de Deus. Ela entra de surpresa no jardim. Ela não foi criada má. Mas o mal é capaz de fazer grandes estragos.
Leitura Bíblica: Gn 3,1-7
1* A serpente era o mais astuto de todos os animais do campo que Javé Deus havia feito. Ela disse para a mulher: «É verdade que Deus disse que vocês não devem comer de nenhuma árvore do jardim?» 2 A mulher respondeu para a serpente: «Nós podemos comer dos frutos das árvores do jardim. 3 Mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, Deus disse: ‘Vocês não comerão dele, nem o tocarão, do contrário vocês vão morrer’ «. 4 Então a serpente disse para a mulher: «De modo nenhum vocês morrerão. 5 Mas Deus sabe que, no dia em que vocês comerem o fruto, os olhos de vocês vão se abrir, e vocês se tornarão como deuses, conhecedores do bem e do mal».
6 Então a mulher viu que a árvore tentava o apetite, era uma delícia para os olhos e desejável para adquirir discernimento. Pegou o fruto e o comeu; depois o deu também ao marido que estava com ela, e também ele comeu. 7 Então abriram-se os olhos dos dois, e eles perceberam que estavam nus. Entrelaçaram folhas de figueira e fizeram tangas.

 O que a Palavra diz?
O ser humano fez o que a serpente sugeriu e foi infiel ao Deus único. A serpente prometia que, se a mulher e o homem comessem do fruto da árvore, poderiam ser iguais a Deus. Então, Adão e Eva, seduzidos, quebraram sua fidelidade a Deus, traíram a amizade com Deus. Desobedeceram, isto é, não escutaram a voz de Deus. O mal acabou distanciando o ser humano de Deus. A convivência entre o homem e a mulher também ficou mais difícil. Eles viram que estavam nus, isto é, desprotegidos. Assim, a quebra da Aliança é um rompimento com Deus, com o próximo e com a natureza.
Deus nos criou para sermos felizes e fez de nós pessoas livres e inteligentes. Mas, o homem, desde o começo do mundo foi desobediente e quis ser melhor que Deus. Aí, entrou o pecado no mundo. Este foi o pecado original (desobediência e querer ser melhor que Deus) que todos nós herdamos quando nascemos, mas quando somos batizados, somos limpos, lavados das quebras que o pecado causou na humanidade.
 O Batismo nos dá uma vida nova para podermos viver melhor.
Temos sempre a nossa frente dois caminhos: do bem e do mal! Somos livres para escolher qual seguir. Muitas vezes, escolhemos o caminho do mal (pecamos). Quando isso acontece nos afastamos de Deus. Mas, pedimos perdão e Deus nos perdoa, se estivermos, realmente, arrependidos.

Como diz o Papa Francisco: “Deus nunca se cansa de nos perdoar, nós é que nos cansamos de pedir perdão.”
Todo mal do mundo é muito menor que o amor de Deus pela sua criação. Apesar de existir o mal e pessoas que praticam maldades, o seguidor de Jesus faz tudo para viver de modo diferente, perdoando, partilhando, cuidado das pessoas. Mesmo diante da prática do mal, há sempre pessoas fazendo o bem, que se mobilizam no auxílio daqueles que sofrem.


Vamos cantar: “a quebra da aliança”
“Nem tudo é bom fazer. 
É preciso saber que o mal pode ferir,
se a gente se deixar por ele seduzir.”

Oração final: Pai de bondade, quando erramos e nos afastamos de ti, há sempre uma nova chance de voltarmos para tua Casa. Dá-nos forças para vencer o mal e viver conforme a tua vontade, pois só assim seremos felizes. Amém!

Pai-Nosso, Ave-Maria, Santo Anjo

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo! Para sempre seja louvado!


Fonte: Bíblia Pastoral e livro: Casa da Iniciação Cristã 1




Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo! Para sempre seja louvado!

Sinal da Cruz 

Canto ao Divino Espírito Santo – Vem, vem, vem, Espírito Santo...

A vela, sinal da luz da nossa fé que ilumina nossos passos.

Oração inicial: Senhor, fazei que sempre busquemos ser luz para os que não trilham caminhos de vida e sal que preserva os valores do vosso reino! Amém!

Leitura Bíblica: Mt 5,13-16
“13Vocês são o sal da terra. Ora, se o sal perde o gosto, com que poderemos salgá-lo? Não serve para mais nada; serve só para ser jogado fora e ser pisado pelos homens.

14 Vocês são a luz do mundo. Não pode ficar escondida uma cidade construída sobre um monte. 15 Ninguém acende uma lâmpada para colocá-la debaixo de uma vasilha, e sim para colocá-la no candeeiro, onde ela brilha para todos os que estão em casa. 16 Assim também: que a luz de vocês brilhe diante dos homens, para que eles vejam as boas obras que vocês fazem, e louvem o Pai de vocês que está no céu.”


O que a Palavra diz? Os discípulos de Jesus são chamados a ser “sal e luz” da humanidade, isto é, responsáveis pelo mundo. São convidados a dar à comunidade “clareza, sabor e sentido” por meio das obras que realizam, não para exaltação de si mesmos, mas para a glória de Deus. 

 Vocês são o sal da terra, disse Jesus. Para que serve o sal? Serve para preservar e dar sabor.

A primeira função do sal é preservar. Antigamente, quando não existia a geladeira usava-se o sal para preservar os alimentos.

Cristão é sal para preservar, para a coisa não apodrecer. Precisamos preservar os valores familiares.

Comida sem sal não tem gosto. O sal realça o sabor do alimento. Jesus disse: ‘Vocês são o sal da terra. Ora, se o sal se tornar insosso, com que salgaremos?’.

 O sal que temos para realçar o sabor da vida é nossa fé, nosso amor a Deus e ao próximo e a nossa adesão ao Evangelho do Senhor. Isso faz toda diferença. E faz de nós pessoas que trazem mais alegria e mais esperança ao mundo.

Nós somos a luz do mundo, conforme Jesus nos disse. E o que faz a luz? Ilumina. O cristão-luz ilumina o lugar onde estiver: sua casa, a escola onde estuda, o trabalho, a igreja. Iluminar é transmitir vida, energia, sentido, alegria. Iluminar é levar a luz de Cristo aos outros. Somos luz par iluminar. Precisamos evangelizar o nosso próximo.

Vamos cantar: “Sal da terra e luz do mundo”

VÓS SOIS O SAL DA TERRA
E DO MUNDO A CLARA LUZ
SAL QUE DA À VIDA O SABOR
LUZ QUE MOSTRA O CAMINHO DO AMOR

Oração final: Ó Deus, concedei-nos o verdadeiro espirito do evangelho, para que, ardorosos na fé e incansáveis no amor, nos tornemos sal da terra e luz do mundo. Por Cristo, nosso Senhor. Amém!

Pai-Nosso, Ave Maria, Santo Anjo

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo! Para sempre seja louvado!

Fale conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *