Como nos organizamos?

Como nos organizamos?
Clique aqui para saber

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

1º Domingo do Advento

PARTILHA DA PALAVRA
ANO LITÚRGICO C - 1º Domingo do Advento

1ª Leitura - Jr 33,14-16
14 'Eis que virão dias, diz o Senhor,
em que farei cumprir a promessa de bens futuros
para a casa de Israel e para a casa de Judá.
15 Naqueles dias, naquele tempo,
farei brotar de Davi a semente da justiça,
que fará valer a lei e a justiça na terra.
16 Naqueles dias, Judá será salvo
e Jerusalém terá uma população confiante;
este é o nome que servirá para designá-la:
'O Senhor é a nossa Justiça'.'
Palavra do Senhor.

2ª Leitura - 1Ts 3,12-4,2
Irmãos:
3,12 O Senhor vos conceda que o amor entre vós e para com
todos aumente e transborde sempre mais,
a exemplo do amor que temos por vós.
13 Que assim ele confirme os vossos corações
numa santidade sem defeito aos olhos de Deus, nosso
Pai, no dia da vinda de nosso Senhor Jesus,
com todos os seus santos.
4,1 Enfim, meus irmãos, eis o que vos pedimos
e exortamos no Senhor Jesus:
Aprendestes de nós como deveis viver para agradar a
Deus, e já estais vivendo assim.
Fazei progressos ainda maiores!
2 Conheceis, de fato, as instruções
que temos dado em nome do Senhor Jesus.
Palavra do Senhor.

Evangelho - Lc 21, 25-28.34-36
Naquele tempo disse Jesus a seus discípulos:
25 Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas.
Na terra, as nações ficarão angustiadas,
com pavor do barulho do mar e das ondas.
26 Os homens vão desmaiar de medo,
só em pensar no que vai acontecer ao mundo,
porque as forças do céu serão abaladas.
27 Então eles verão o Filho do Homem,
vindo numa nuvem com grande poder e glória.
28 Quando estas coisas começarem a acontecer,
levantai-vos e erguei a cabeça,
porque a vossa libertação está próxima.
34 Tomai cuidado para que vossos corações
não fiquem insensíveis por causa da gula,
da embriaguez e das preocupações da vida,
e esse dia não caia de repente sobre vós;
35 pois esse dia cairá como uma armadilha
sobre todos os habitantes de toda a terra.
36 Portanto, ficai atentos e orai a todo momento,
a fim de terdes força
para escapar de tudo o que deve acontecer
e para ficardes em pé diante do Filho do Homem.
Palavra da Salvação.
 


Comentário
João Luiz Correia Júnior

Neste domingo, inicia-se o primeiro momento do novo Ano Litúrgico: o Advento.
“Advento” é uma palavra que vem do latim, adventus, e significa “chegada”. Corresponde às quatro semanas que antecedem a chegada do Natal.
É um tempo precioso, tempo oportuno para as pessoas se preparam para celebrar o nascimento de Jesus.
Para a Religião Cristã, Jesus é o Cristo, esperado desde o Antigo Testamento.
O profeta Jeremias (que exerceu a sua atividade missionária provavelmente entre os anos 626 a 586 a.C.), já expressava a expectativa de que Deus cumprisse a sua promessa e enviasse o seu “ungido, consagrado para a missão de restaurar o povo de Deus.
Crescia, desde então, a expectativa messiânica.
O “Messias”, palavra hebraica que significa “consagrado para uma missão”,  foi traduzido para o grego, “Cristo” (em grego Χριστός, Christós, o “Ungido " ou "O Consagrado").
Os discípulos e discípulas de Jesus, ao lerem as Sagradas Escrituras (o Antigo Testamento), reconheceram em Jesus o Cristo, o Messias.
Os textos bíblicos da Liturgia do Tempo do Advento são muito profundos e belos, do ponto de vista literário.
Da primeira e da terceira leitura, podemos recolher a seguinte mensagem em forma de poema:
Naqueles dias farei brotar a semente
Da qual nascerá a lei e a justiça na terra...
Naqueles dias brotará a salvação e a confiança
para todo o povo que cultiva a fé...
Naqueles dias as forças do céu e da terra serão abaladas:
Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas
Haverá sinais no mar, com barulho e ondas amedrontadoras
Naqueles dias as nações ficarão angustiadas,
E homens fortes e prepotentes desmaiarão de medo.
Naqueles dias, quando estas coisas acontecerem,
Levantai-vos,
Erguei a cabeça,
Porque a vossa liberdade está próxima.
A chegada do Messias, o Cristo, é causa de toda essa expectativa de que os tempos de sofrimento e opressão acabem, e que se possa viver – finalmente – em liberdade.
Mas dois conselhos são apresentados no Evangelho de Lucas para que as pessoas de fé cristã  aproveitem, da melhor forma, esse tempo de graça que é o Advento:
1º) Tomar cuidado e ficar atento contra o consumismo exagerado (comida e bebida) e contra as preocupações desnecessárias. Quanta besteira nesse período que antecede o Natal, por conta das inúmeras ofertas da sociedade de consumo, que só fazem tirar a atenção para aquilo que é essencial...
2º) Orar, rezar constantemente, a cada dia, para receber – com alegria interior – a presença do Messias, o Cristo Jesus Salvador...
Excelente Advento para todos nós.
Assim seja!

Nenhum comentário:

Postar um comentário