Como nos organizamos?

Como nos organizamos?
Clique aqui para saber

sábado, 30 de julho de 2011

CATEQUESE E LEITURA ORANTE DA BÍBLIA - 1ª parte


A minha intenção é colocar todo o material que consegui do Padre Leomar, mas como tem muita coisa vou colocando aos poucos para não ficar cansativo, embora eu mesma não canse de ler.

CATEQUESE E LEITURA ORANTE DA BÍBLIA

Durante muitos anos pensava-se que os conteúdos da catequese restringiam-se à doutrina, e, por isso, ficavam fixos nos catecismos. Com o Concílio Vaticano II despertou-se o interesse pela Palavra de Deus. A Bíblia tornou-se o livro fundamental da catequese.

Contudo, muitas pessoas dizem que não entendem o que está escrito na Bíblia. Acham os textos difíceis e por isso quase não os lêem. Outros nem sabem procurar uma citação bíblica no livro sagrado. A catequese deve possibilitar esse acesso direto à Palavra de Deus, seja localizando os textos, seja estimulando a leitura atenta, seja celebrando a Palavra na Liturgia ou interpretando, com a Igreja, a sua mensagem.

A Bíblia na Catequese

Dentro da Bíblia, a catequese deve mostrar ao catequizando o centro que é o Evangelho. Deve-se buscar, então, conhecer a espinha dorsal de toda a Escritura, que é o desejo de Deus de amar e salvar a humanidade – por isso ele se comunica conosco ao longo dos tempos, faz aliança e manda seu próprio Filho para revelar seu imenso amor por todos nós. No contato com a Sagrada Escritura o catequizando busca ver o que Deus revela ao ser humano de hoje. Trata-se de atualizar e expressar o significado da fé para os dias atuais. Como outrora aos discípulos, hoje também Deus quer consolar, anunciar, denunciar, animar e devolver a vida: ele quer salvar.

É também tarefa da catequese introduzir a um estilo de vida orante, de encontro diário com o Senhor, na oração, na leitura, escuta e meditação da Palavra de Deus, na leitura orante da Bíblia. Sem oração não há conversão, não há mudança de vida, não há opção radical por Jesus Cristo. Sem oração não há encontro com Ele. O seguidor de Jesus precisa ser alguém orante, que vive de forma orante. A oração é o alimento da sua vida.

Quando a catequese é limitada ao estudo ou a simples reflexão doutrinal e não inicia a pessoa na vida de oração, ela se revela estéril, não produz o fruto esperado. A vivência cristã só é verdadeira e profunda quando movida pela oração, pelo cultivo de uma espiritualidade que se revela em cada gesto do dia-a-dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário