Como nos organizamos?

Como nos organizamos?
Clique aqui para saber

quinta-feira, 13 de maio de 2010

A VIRTUDE DO ACOLHIMENTO


Grande é a virtude que nos leva a acolher e alegrar as pessoas quando as vemos.

Foi o que faltou a Jesus na casa de Simão, o fariseu. Simão recebeu Jesus na sua casa, mas não ofereceu a Ele toda a acolhida que era costume a um convidado: não lhe deu o beijo de boas-vindas, não ofereceu água para lavar os seus pés, não ungiu a sua cabeça com óleo, etc. Lucas, no seu Evangelho, mostra que Jesus sentiu falta de todos estes pormenores de carinho.

De fato, é natural que sintamos falta destes pormenores de carinho, porque quando acolhemos alguém é como se estivéssemos dizendo a ela: “que bom que você existe!”, “que bom que você chegou”, “que bom que você está aqui!”, “você me dá alegria ”, “você é único e a sua presença faz diferença na minha vida!”

Podemos dizer também que, além de uma manifestação de grande virtude, o acolhimento é fruto da admiração e da alegria de ver um semelhante - é reflexo também da saúde da mente e da alma !

Por que uma pessoa humana, que passa ao nosso lado deve despertar alegria, admiração e desejo de festejá-la ao vê-la?

Simplesmente porque é a própria imagem de Deus que nós vemos.

Por isso, o acolhimento é uma prática naturalmente cristã.

Nos leva a acolher sempre da melhor forma possível qualquer criatura, seja a mais 'brilhante' ou a menos inteligente, por ser uma exortação de Deus - ' ama o teu próximo com a ti mesmo...'

Apesar de tudo isto, quem de nós já não sentiu um dia na pele a tristeza de ser tratado “como um poste”?

Esta é a sensação que temos quando alguém 'deseducadamente' passa ao lado e não nos cumprimenta, não nos dá uma palavra, não valoriza a nossa presença, nem percebe a nossa sombra...

Esta sensação de falta de acolhimento, de indiferença por parte de quem passa ao lado, muitas pessoas experimentam diariamente em maior ou menor grau.

E qual deve ser o nosso propósito: que ninguém sinta a frieza da indiferença!

Que tenhamos o coração para acolher sempre as pessoas!

Que tenhamos um coração para "fazer festa" quando avistar alguém, seja lá quem for.

Não abra mão de:

- tratar todas as pessoas como a mais preciosa criatura...

- tratar todas as pessoas como a mais importante do universo...

- tratar todas as pessoas "como se estivéssemos tratando a nós mesmos"...

Tudo isso por absoluta obediência a palavra de Deus !

Concretamente:

- cumprimente amavelmente todas as pessoas, independentemente de quem sejam...

- sorria ao vê-las, o seu sorriso não lhe custa absolutamente nada, mas vale muito para quem está triste...

- dependendo da situação: peça que se sentem, ofereça e sirva você mesmo uma água, um suco... seja gentil !

- combata a pressa que nos leva a não dar a atenção que as pessoas merecem...

- combata o egoísmo de mal olhar para as pessoas pelo 'custume' de olhar apenas para os próprios pés...

- combata a frieza do seu egoísmo, lembre-se que o maior problema que existe não é o seu...

- aproveite o pouco tempo que lhe resta embaixo do sol para acolher os outros da forma como você gostaria de ser acolhido...

- não passe o dia mergulhado no trabalho sem dar atenção às pessoas, trabalhe exercitando a sua soberana vocação de ser gente e não um robô...

Acolher é amar...

Amar é distribuir alegria com alegria, é fazer com que os outros sintam-se mais felizes com a nossa presença...

Entregue o seu melhor, porque no amor prioridade é o outro !

Seja gentil com as pessoas independentemente de classe social ou circunstâncias!

'Porque EU sou manso e humilde de coração' - Jesus de Nazaré
Que o Senhor abençoe de forma poderosa todos os dias da nossa caminhada, AMÉM !

Nenhum comentário:

Postar um comentário