Como nos organizamos?

Como nos organizamos?
Clique aqui para saber

domingo, 1 de julho de 2012

Sabedoria na resistência - parte 8 - Data do nascimento de Jesus


A data do nascimento de Jesus
 Existem diversos indícioos históricos de que, nos últimos anos do reinado de Herodes Magno, houve um censo determinado pelo Império. O texto de Lc 2.1-2 faz referência a um recenseamento, quando “Quirino era governador da Síria”. Os dados históricos a respeito de Quirino o situam entre os anos 12 e 6 a.E.C., embora Flavio Josefo (Historiador Judeu) o situe no ano 6 E.C. outra hipótese é a de ter havido mais de um recenseamento, em épocas bem próxima, talvez um complementando o outro.

Conforme a informação de Mt 2,16.19, Herodes morreu pelo menos dois anos após o nascimento de Jesus. Como sua morte deu-se no ano 4 a.E.C., deve-se concluir que o nascimento de Jesus só pode ter se dado, de fato, antes desta data, ou seja, entre os naos 7 e 6 antes da nossa era.

A reação popular à política herodiana
 
Os 33 anos de reinado de Herodes foram marcados pela total submissão aos ditames de Roma, pelo seguimento da política da pax romana e pela bajulação aos imperadores. Antes de Herodes os romanos estavam distantes, “por debaixo dos panos”, mas não indiferentes nem ausentes quanto à política da região de Israel. Herodes Magno foi o primeiro a ser considerado oficialmente “rei” da Judéia pelos romanos. No seu governo a presença e a intromissão romana nos assuntos de Israel tornaram-se muito mais evidentes. Os judeus não aceitaram pacificamente essa intromissão estrangeira, negando-se a prestar juramento a Augusto.

Segundo Flávio Josefo, foi Saturnino, governador da Síria entre 9 e 6 a.E.C, quem fez o recenseamento da Judéia, durante o qual nasceu Jesus. Essa informação confirma a data do nascimento de Jesus até o ano 6 a.E.C.

A contagem atual dos anos da “era cristã” parte do nascimento de Jesus, segundo os cálculos feitos pelo monge Dionísio, o Pequeno, no século VI. Ele se baseou em Lucas oara atribuir a Jesus 30 anos exatos quando começou seu ministério público. O “ano décimo quinto do império de Tibério”, segundo o calendário romano, corresponde ao não 782/3. Assim, descontando-se os 30 anos que Jesus já teria vivido, temos o ano 752/3, o qual foi considerado por Dioniso como o ano um, início da era cristã. Mas no ano 15 de Tibério, que corresponde ao ano 752/3, Jesus já devia estar com pelo menos 33 anos, talvez 37. Dionísio errou por pouco, de três a sete anos, como o demonstra a rebelião dos fariseus no ano 7/6 a.E.C.

Curso Biblíco – Realizado na Paróquia Santa Cruz
Terça Feira às 20:00
Silvana e Rachel –
 cursobiblico@parsantacruz.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário