Como nos organizamos?

Como nos organizamos?
Clique aqui para saber

domingo, 3 de outubro de 2010

Votos brancos ou nulos interferem no resultado da eleição?


Com a proximidade das eleições e a indecisão na hora de escolher um candidato, alguns eleitores optam por votar branco ou nulo. Mas poucos sabem se essa decisão
acarreta ou não alguma consequência.

De acordo com a Constituição Federal e com a Lei das Eleições (9.504/97), num pleito eleitoral vigora o princípio da maioria absoluta de votos válidos, ou seja, somente são contabilizados os votos nominais e os de legenda. Os votos brancos e nulos não fazem parte dos cálculos eleitorais.

Portanto, anular seu voto ou votar em branco não interfere no resultado das eleições. Mas o que poucos sabem é que eles contribuem para eleger o candidato mais popular.

Em uma eleição, seja ela majoritária (onde se elegem o Presidente da República, o Governador do Estado, os Senadores e os Prefeitos) ou proporcional (para Deputados Federais, os Deputados Estaduais/Distritais e os Vereadores), quanto maior o número de votos nulos e brancos, menor a necessidade de votos válidos para que um candidato seja eleito.

Para exemplificar, se dentre 1000 pessoas, nenhuma tiver votado branco ou nulo, todos os votos serão válidos e ganhará o candidato que receber 50% dos votos mais 1, ou seja, 501 votos. Mas se dentre essas 1000 pessoas, 50 tiverem votado branco ou nulo, significa que teremos apenas 950 votos válidos. Portanto, o mesmo candidato será eleito se alcançar 476 votos.

Votar branco ou nulo contribui para a menor legitimidade de uma eleição.

Fonte: Canção Nova


Nenhum comentário:

Postar um comentário