Como nos organizamos?

Como nos organizamos?
Clique aqui para saber

domingo, 19 de dezembro de 2010

Novena de Natal - 3º dia


Faça primeiro a Oração para todos os dias.

3ª Dia

Dirigente: Irmãos e irmãs, neste terceiro dia de nossa novena de preparação para o Natal, refletiremos que Jesus é o Adonai - que significa meu Senhor - que pelo ministério da encarnação, conhece de perto o sofrimento do povo e dá a vida para libertá- lo.

Todos: Ó ADONAI, guia da casa de Israel, que aparecestes a Moisés na sarça ardente e lhe destes vossa lei sobre o Sinai: Vinde salvar-nos com seu braço poderoso. o Senhor é amor e fidelidade! A casa de Israel confia no Senhor: Ele é seu auxílio e seu escudo! OS que temem o Senhor confiam no Senhor: Ele é o seu auxílio e seu escudo! SALMO 115 (113b)

Leitura Bíblica (Livro de êxodos 3, 1- 10).

Reflexão: Deus chama Moisés para tirar o seu povo da escravidão, no Egito, e conduzi-lo a uma terra de fartura, onde encontrará pão, liberdade e vida. Deus liberta o seu povo porque o ama e deseja a sua felicidade. No início do chamado de Moisés está uma profunda experiência de Deus. A sarça não se consome significa que Deus está presente continuamente na história, manifestando-se nos fatos simples da vida. Para Moisés, ele se manifesta no momento em que estava levando o rebanho para pastar. É na atividade do dia-a-dia que Moisés faz a experiência de Deus. É em momentos simples de nosso cotidiano que Deus também quer se revelar a nós. Cerca de 1.250 anos antes do nascimento de Jesus, Deus se revela a Moisés como aquele que vê a opressão do povo, ouve suas queixas e conhece os seus sofrimentos. Por isso, chama Moisés para conduzir a multidão à terra prometida, onde encontrará vida nova. A missão de Jesus, que vem no Natal, é esta também. Ele é o Adonai, o Senhor, que entrega a sua vida por amor e aponta o caminho da justiça e da paz. Jesus é o novo Moisés que, concretamente na história, vê a opressão do seu povo, conhece de perto os seus sofrimentos e dá sua vida para liberta-lo. A nossa preparação para acolher Jesus no Natal exige também de nós atitudes concretas em favor de nossos irmãos e irmãs, especialmente daqueles que mais sofrem. Deus continua a ver a opressão do seu povo. Cabe a cada um de nós iluminados pelo espírito de Jesus, nos sensibilizarmos com as situações de sofrimento e sermos sinais de sua presença na história.

Preces

1. Pelos doentes, para que encontrem em Jesus a força para superar o sofrimento. Rezemos

T: Senhor, liberta-nos de nossas angústias.

2. Pelos desempregados, para que não desanimem na busca de trabalho e encontrem solidariedade na sociedade. Rezemos.

T: Senhor, liberta-nos de nossas angústias.

3. Pelas vítimas da violência, para que superem os traumas e vivam em paz, rezemos.

T: Senhor, liberta-nos de nossas angústias.

4. Pelos que sofrem todo tipo de injustiça, pra que sejam respeitados em seus direitos, rezemos.

T: Senhor, liberta-nos de nossas angústias.

Oração. Ó Deus, nós vos louvamos e agradecemos pela nossa vida. Vós que enviastes vosso Filho único para salvar-nos, ajudai-nos, neste tempo de preparação para a celebração do Natal, e abrir-nos o coração para acolher a Boa-nova que Jesus vem nos trazer, a fim de construirmos o Reino de justiça e paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso filho, na unidade do Espírito Santo.

Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário